sexta-feira, 4 de março de 2011

Universo do Rock em São Gonçalo!


Universo do Rock
27/02/2011
Clube Recreativo Trindade (Trindade, São Gonçalo/RJ)
80 BANDAS + 20 DJ`S


Por mais que se insista em frisar as novas direções tomadas pelo cenário independente de nossa região nos últimos tempos, alguns modelos de eventos adotados de uns seis anos pra cá ainda parecem chamar a atenção de artistas e público. É o caso do Universo do Rock. Com edições realizadas no clássico Clube Esportivo Mauá o festival, que tem como característica reunir sempre um número récorde de bandas e dj`s, aterrizou no Clube Recreativo Trindade para mais uma edição no último domingo. E entre a final da Taça Guanabara, uma bela tarde de domingo que acabou terminando em chuva e um Carnaval que, mesmo antes da hora, já tomou conta de todos os cantos de São Gonçalo, lá fomos nós conferir as oitenta (!?!) bandas desta edição do Universo do Rock!


O anuncio do evento dava conta do seguinte: 80 bandas distribuidas em quatro palcos e 20 dj`s em uma tenda eletrônica! Olhando assim parece exagero, certo? E provavelmente é. O fato das bandas terem, necessariamente (até pelo grande numero de atrações), de se apresentar simultâneamente requer um espaço físico enorme. No Clube Mauá, a idéia funcionou em parte. Sendo que é impossível ter mais de um palco rolando num mesmo ambiente sem que o som de um interfira no do outro, imagina-se que só uma estrutura muito bem planejada (acústica e cronológicamente falando), em uma área de grandes dimensões, daria conta de algo tão complexo. Se o Clube Recreativo Trindade daria conta do recado? É o que estávamos prestes a descobrir...


Seja pela ameaça de chuva, desistência de algumas bandas ou mesmo a falta de espaço físico, o fato é que a estrutura esperada para o evento foi completamente alterada (o que não foi de todo ruin, nem de longe). No local, dois dos palcos anunciados e a tal tenda eletrônica foram cancelados. E foi só o apito final do Sr.Juiz ecoar no Engenhão para que os trabalhos começassem no Recreativo Trindade.


Vamos por partes, ok? Ao que parece, apenas cerca de metade das oitentas bandas se apresentaram para o serviço. Algumas, inclusive, nem chegariam a subir ao palco, pelo que se comentava. Também é verdade que uma boa parte da galera que tocou estava visivelmente dando seus primeiros passos no meio musical. Muitas das bandas não tinham as mínimas condições de se apresentar ao vivo. É bacana que hajam espaços para esse tipo de banda? Óbvio! É, inclusive, fundamental que hajam! Mas, que algumas coisas nessa tarde de domingo eram, definitivamente, assustadoras, isso eram.


Mas o Universo do Rock também guardava boas supresas pra quem foi até Trindade! Sem querer puxar a sardinha pro nosso lado, a banda Cecília (primeira atração a subir ao palco no evento) fez uma bela apresentação! Destaques para “O Autismo” e a versão dos caras pra “Ando Meio Desligado” (dos Mutantes) que abriu o show da banda! Teve mais coisa legal: Depois de muito tempo sem notícias, eis que dou de cara com a Unliver! Bela banda de som extremo de Niterói que deu o ar da graça e fez, sem sombra de dúvidas, um dos melhores shows que vi nesta e em outras edições do evento! Bem legal mesmo!


Outro destaque foi o metal da, também niteroiense, Ravok. Bom show! Mas o que surpreendeu mesmo foi poder, depois de muito (muito mesmo) tempo, conferir um show dos caras da Protesto Suburbano! A clássica banda de hardcore de Macaé se mostrou em plena forma! Melhor apresentação do evento na opinião deste que vos escreve. “Torturados pela Vida”, paulada do álbum homônimo, ficou muito bacana! E até gente que não fazia (visivelmente) a menor idéia do que acontecia ali foi parar na roda que se formou na frente do palco onde os caras se apresentavam! Excelente! Queria ter visto os caras da Macacos me Mordam, mas até a hora em que saí do Recreativo Trindade, nem sinal deles...


Sem aprofundar determinadas questões como cotas de ingressos, público pequeno, nível de técnico e artístico de derterminadas bandas nem nada do tipo, ok? Isso é asunto pra outra matéria. O assunto aqui é o Universo do Rock do último domingo. E uma coisa tem de ser colocada: A produção do evento acertou quando optou por diminuir a estrutura anunciada para o festival. Seria inviável quatro palcos e mais uma tenda com 20 dj`s naquele local. Ninguém ouviria absolutamente nada, ninguém se entenderia em hipótese alguma! Acho que é isso. Domingo, por volta de dez da noite: Hora de ir pra casa. Até porque a idade já não permite certas extravagâncias...

Rafael A.

Fotos: Rafael A. / Latitude Zero Prod.




Um comentário:

banda terceiro alvo disse...

parabens . por tá sempre na atividade . Edson dwe .

Leia também: